Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Greve geral em Curitiba: saiba quem vai parar em 5 de dezembro

Centrais sindicais mobilizam nova paralisação contra Reforma da Previdência

Uma nova greve geral promete parar Curitiba e demais cidades do Paraná na próxima terça-feira (05). O ato está sendo organizado pela Nova Central (NCST), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores e outras centrais sindicais em protesto contra a Reforma da Previdência, que deve ser votada pela Câmara dos Deputados já na próxima semana. A ideia é pressionar os parlamentares a votarem contra a proposta.

Em Curitiba, um ato está previsto para acontecer a partir das 10h na Praça 19 de Dezembro, no Centro da cidade. De acordo com a CUT, porém, ainda não foi definido se haverá uma passeata aos moldes do que foi feito na paralisação de 15 de março ou se os manifestantes vão permanecer no local.

Em termos de adesão, as centrais sindicais esperam uma participação maior do que aquela vista no último dia 7 de novembro, quando poucas categorias participaram dos protestos. Segundo a Central, como a votação da Reforma da Previdência voltou à pauta do Congresso, a expectativa é que os trabalhadores se envolvam no debate.

No entanto, até esta quarta-feira (29), apenas os professores estaduais (APP-Sindicato) e o Sindicato dos Professores do Ensino Superior da Rede Particular de Curitiba e Região Metropolitana (Sinpes) sinalizaram que vão participar da greve geral. De acordo com a APP-Sindicato, a categoria votou em assembleia pela participação, o que deve afetar as aulas nas escolas em todo o Paraná.

Outros setores, por outro lado, seguem ainda na indefinição. O sindicato dos servidores municipais (Sismuc) vota a questão na noite desta quarta-feira, enquanto professores da rede municipal de ensino (Sismmac) decidem se participam ou não dos protestos nesta quinta-feira (30). Já os motoristas e cobradores de Curitiba e Região Metropolitana vão se posicionar somente no início da semana que vem.

                  

Paralisações

Confira os trabalhadores que cruzarão os braços:

 
                         
Sindicatos Vão aderir?
2
APP- Sindicato (professores e servidores das escolas estaduais) Sim
3
Sismmac (professores municipais) A definir em 30/11
4
Sinpropar (professores rede particular do estado) A definir em 01/12
5
Sismuc (servidores municipais) A definir em 29/11
6
Sigmuc (guardas municipais) A definir em 04/12
7
Siemaco (coleta de lixo, limpeza e conservação) A definir em 03/12
8
Sindutf-PR (professores UTFPR) Sim, só ao ato
9
Apufpr (professores UFPR) Indefinido
10
Sinditest (servidores e técnicos UTFPR/UFPR/HC) Indefinido
11
SindSaúde (servidores e técnicos saúde estadual) Indefinido
12
Sindicato dos Bancários A definir em 01/12
13
Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba e RMC A definir
14
Sinclapol (policiais civis) A definir em 01/12
15
Sindimoc (motoristas e cobradores do transporte público de Curitiba e região) A definir
16
Sinpes (professores do ensino superior da rede particular de Curitiba e Região Metropolitana) Sim
17
Sindivigilantes (vigilantes de Curitiba e região) A definir
18
Sinjuspar (servidores da Justiça Federal do Paraná) Indefinido
19
Sinjutra (servidores da Justiça do Trabalho no Paraná) A definir em 01/12
20
Sintcom (funcionários dos correios do Paraná) A definir em 30/11
21
Sindicato Nacional dos Aeroviários Não
22
Sindicato Nacional dos Aeroportuários Indefinido
23
Sindicato Nacional dos Aeronautas (pilotos e comissários) Indefinido
24
Sinpospetro (frentistas) Indefinido
25
Sindenel (eletricitários) A definir em 30/11
26
Sindipetro (petroleiros) A definir em 30/11
27
Sindarspen (agentes penitenciários) A definir em 30/11
                
 
 
Fonte: sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 3 =