Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

"Comecem a reforma da previdência cobrando grandes empresas",diz Bispo

Dom Angélico, 85 anos: "Estão querendo vender o Brasil para os interesses de grandes indústrias estrangeiras".
Dom Angélico, 85 anos: "Estão querendo vender o Brasil
para os interesses de grandes indústrias estrangeiras".

                    

Dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC) reiterou, durante missa neste sábado (20), que o pais sofre os efeitos do golpe parlamentar. A missa comemorava os 85 anos do sacerdote, conhecido pela defesa da democracia e dos mais pobres. Após criticar as reformas trabalhista e previdenciária de Michel Temer, Dom Angélico pediu que o povo abra os olhos e resista. "É esse o presente que peço para vocês no dia do aniversário desse velhinho", disse.

Por Railídia Carvalho

Dom Angélico iniciou a intervenção com o sermão da montanha dando ênfase “aos bem-aventurados perseguidos por causa da justiça. Deles é o reino”. No meio da semana, o ex-presidente Lula, amigo de Dom Angélico, fez uma visita surpresa ao bispo para desejar feliz aniversário. Na próxima quarta-feira (24), Lula será julgado no TRF-4, em Porto Alegre. O tribunal decide se mantém a sentença do juiz Sérgio Moro que condenou Lula pelo caso do Tripléx do Guarujá. Movimentos sociais, juristas e diversos partidos políticos tem denunciado a parcialidade do julgamento do ex-presidente.

Em seu sermão, Dom Angélico colocou a justiça como uma das instituições em crise no Brasil ao lado da política e da crise do capitalismo neoliberal. “Não estou fazendo política partidária. Estou dizendo o que realmente é. No tempo que eu era padre em Ribeirão Preto, em 74, estávamos defendendo o direito dos trabalhadores. E aí fizeram o grande movimento para livrar o Brasil do perigo comunista. Mentira. Era o capital que queria realmente continuar dominando em cima da classe trabalhadora”, enfatizou o bispo.

Para Dom Angélico, o Brasil revive atualmente a mesma situação: “É o que está acontecendo agora no golpe que nós sofremos que é um golpe parlamentar”, reiterou o bispo recebendo aplausos. “Já fomos golpeados recentemente pela reforma trabalhista. Agora estão nos ameaçando com a reforma da previdência. Que comece a reforma da previdência cobrando das grandes empresas, dos grandes bancos e não fazer a reforma em cima do trabalhador rural e dos que tem cabelos brancos ou cabelos desaparecidos”, criticou.

O religioso citou Dom Paulo Evaristo Arns que nos momentos difíceis da ditadura militar dizia que era preciso resistir. “Nós precisamos, meus irmãos, estar com os olhos abertos porque os grandes meios de comunicação querem lançar medo no meio do povo, insegurança no meio do povo. É importante que a gente abra os olhos. Estão querendo vender o Brasil para os interesses de grandes indústrias estrangeiras. Jesus disse e Dom Paulo disse: Confiança, vamos avante”, recomendou.

                  

Fonte: Vermelho, 22 de janeiro de 2018

 

Fonte: sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =