Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

FST reafirma resistência contra retirada de direitos e aprova congresso em agosto

O Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), que reúne Confederações, Federações e Sindicatos de diversas categorias profissionais, encerrou Encontro Preparatório, terça (17) no Hotel Leques Brasil, do Sinthoresp.

O evento homologou a realização do Congresso Nacional dos Trabalhadores, em agosto, na Praia Grande, Litoral paulista.

No encerramento, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) e coordenador do FST, Artur Bueno de Camargo, adiantou: “Vamos realizar um grande congresso e reforçar a luta contra os ataques aos direitos trabalhistas e ao próprio desmonte do País”.

                   
 

Artur Bueno, coordenador do FST, durante abertura do Encontro Preparatório

                 

Ele ressalta: “É preciso que a semente aqui plantada se enraíze. Queremos construir um País onde todos possam viver dignamente. Agradeço as Confederações e todos os dirigentes que reafirmaram hoje nossa unidade na luta contra o emprego informal, os ataques aos direitos e à organização sindical”.

Unidade – Mônica Veloso, vice da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos) e dirigente do IndustriAll – Sindicato mundial – reafirmou o compromisso da Confederação com a unidade das pautas. Ela defendeu: “A união é fundamental para enfrentarmos a situação dramática em que a reforma trabalhista colocou os trabalhadores”.

Para a diretora de finanças da Contec (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito), Rumiko Tanaka, o Seminário renovou as energias de todos para enfrentar a agressão aos direitos. “O Congresso da Praia Grande mostrará o tamanho da nossa unidade, pois será construído por milhares de mãos, pelas mãos dos trabalhadores de todas as categorias deste País”, declarou.

Praia Grande – Mais de mil delegados são esperados no Congresso de agosto. Na fase preparatória, as Confederações vão elaborar teses específicas de cada categoria. O documento final será debatido e sistematizado pelo plenário do Congresso.

                                    

Fonte: Agência Sindical, 19 de abril de 2018

 

Fonte: sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − um =