Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

O Brasil está envelhecendo: há menos gente para trabalhar e mais gente para receber a aposentadoria

                                          por 

 

Em 2000, 40,5% tinham de 0 a 19 anos e 54% de nós tinham entre 20 e 64 anos.E 5,5% tinham 65 anos ou mais. Isso significava que, para cada brasileiro com mais de 65 anos, em idade de aposentadoria, havia 10 brasileiros em idade de trabalho. Já em 2020, a projeção desses números muda muito. Passamos a ter 29% de 0 a 19 anos, 61,7% de 20 a 64 anos, e 9,4% acima de 65 anos. Isso quer dizer que nesse período caiu para 6,5 brasileiros em idade de trabalhar para poder pagar o benefício daqueles que já estão aposentados. E isso vai continuar piorando. Em 2060, a gente vai ter 17,8% dos brasileiros de 0 a 19 anos, 55,4% de 20 a 64 anos e 26,8% de nós com mais de 65 anos. Isso quer dizer que só teremos dois brasileiros em idade de trabalho para pagar a aposentadoria daqueles que já pararam de trabalhar. O envelhecimento da população brasileira, por causa do aumento da expectativa de vida e da queda da natalidade, faz com que cada vez menos pessoas contribuam para a Previdência — só que mais pessoas recebem o benefício. Alguma coisa precisa mudar.

http://www.fetraconspar.org.br/index.php/noticias/noticias/4147-o-brasil-esta-envelhecendo-ha-menos-gente-para-trabalhar-e-mais-gente-para-receber-a-aposentadoria

 

Fonte: Gazeta do Povo, 12 de junho de 2018.

 

Fonte: sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + treze =