Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Abril verde: Advogados reforçam a importância da prevenção de acidentes de trabalho

Segurança no trabalho

 

Ronaldo Tolentino e Fernando Abdala destacam que o país não deve medir esforços para diminuir mortes relacionadas ao trabalho.

 

A cada 48 segundos acontece um acidente de trabalho no Brasil. O levantamento da OIT – Organização Internacional do Trabalho eleva o país ao topo do ranking das nações com maior número de acidentes no trabalho. Diante da necessidade de prevenção, abril foi escolhido o mês da conscientização sobre a segurança trabalhista. O dia 28 de abril é marcado mundialmente como o dia em memória às vítimas de acidente de trabalho.

t

O advogado trabalhista Ronaldo Tolentino, do Ferraz dos Passos Advocacia e Consultoria, ressalta a importância da conscientização. "No decorrer do dia, tanto o empregador como o empregado acabam esquecendo ou colocando em segundo plano a importância do treinamento e cumprimento das normas de segurança, saúde e medicina do trabalho que visam evitar a ocorrência de acidentes, por isso é importante um mês dedicado à conscientização da segurança trabalhista."

Para o especialista em Direito do Trabalho Fernando Abdala, da banca Abdala Advogados, o país não deve medir esforços para a diminuição do número de mortes relacionadas ao trabalho. Ele lembra que o Brasil é o 5º país mais populoso do mundo; assim, não terá índices menores do que de países muito menos populosos. Contudo, Abdala afirma que os esforços para prevenir acidentes de trabalho já são percebidos. O advogado cita os dados divulgados pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia no lançamento da Campanha Nacional de Acidentes do Trabalho 2019 (CANPAT) que demonstram que nos últimos anos, o país vem registrando avanços.

“A taxa de incidência de acidentes caiu de 21,64 para cada mil trabalhadores, em 2009, para 13,74 por mil, em 2017. O mesmo ocorre com a taxa de mortalidade, que diminuiu de 7,55 por mil trabalhadores para 5,24 por mil, no mesmo período. Mas é claro, que ainda há muito o que melhorar.”

_________________

 

Migalhas.com

Fonte:sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 3 =