Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Imprensa internacional repercute reações à agressão de Bolsonaro

A agência de Bloomberg noticiou nesta terça-feira (23)  a tentativa do presidente de contornar ataque contra nordestinos e as reações contrárias ao presidente.

Reprodução da internet

A Bloomberg é uma das maiores agências de notícia do mundo A Bloomberg é uma das maiores agências de notícia do mundo 

A agressão de Jair Bolsonaro aos nordestinos ocorrida na última sexta-feira (19) durante encontro com correspondentes estrangeiro e as reações, desde então, seguem repercutindo na imprensa internacional. 



Citando a visita que do ṕresidente à cidade de Vitória da Conquista (BA), nesta terça-feira (23), para inauguração de um aeroporto, a Agência Bloomberg noticiou a tentativa do presidente de contornar a situação – após perceber o impacto, em uma região representa ¼ do eleitorado brasileiro – e a indignação política criada com a afirmação de que o comentário se referia ao Governador do Maranhão, Flávio Dino. 



A matéria intitulada "Bolsonaro dá uma passo atrás após criticar políticos regionais", ainda menciona a recusa do governador baiano Rui Costa (PT) de participar do evento e a resposta dada por Flávio Dino, de que é um “honra” ser considerado o pior governador na avaliação de Bolsonaro. 



Além da reação dos nove governadores do Nordeste, que repudiaram as  declarações do chefe de Estado, a Agência americana também aponta a decisão do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) de pedir a abertura de uma investigação diante da suposta ameaça de cortar recursos federais a um governador da oposição. 



"Esta é uma atitude incompatível com a posição de um Presidente da República. Não se pode tratar Governadores Estaduais da oposição como inimigos”, disse o parlamentar maranhense à publicação. 



A Bloomberg distribui informação econômica e financeira a mais de 170 países do mundo.

 

Da Redação

Fonte:sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =