Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Reforma da Previdência visa cortar direitos da classe trabalhadora, diz Paulo Rocha

 

 

 

 

Da Redação | 

 

O senador Paulo Rocha (PT-PA) denunciou, nesta segunda-feira (23), em Plenário, que a Reforma da Previdência (PEC 6/2019), defendida pelo governo e, segundo ele, pelas ‘elites rentistas’ do país, tem por único objetivo retirar direitos fundamentais. Direitos que, na sua opinião, foram conquistados pela consciência de classe social e com muita luta pelo exercício do estado democrático de direito.

Para o senador, haverá um grande embate político no Plenário do Senado, em que se apreciará o texto da reforma. Será uma oportunidade para mostrar à sociedade e sensibilizar os pares a repensarem sobre aprovar uma reforma que retira direitos sociais. Segundo Paulo Rocha, o discurso propagado pelo governo e pelos defensores da reforma é que ela se faz necessária para ajustar as contas e solucionar o déficit público. Entretanto, ele entende que essa conta acabará sendo paga pela classe trabalhadora, que perderá muitos direitos adquiridos e garantidos pela Constituição.

— É preciso buscar saída para o desenvolvimento do nosso país; é preciso buscar saída para o crescimento econômico e para a geração de emprego, mas não é em cima da retirada de direitos, da retirada de dinheiro de circulação da nossa moeda perante o comércio local, perante o nosso consumo, que se vai resolver o problema do desenvolvimento. Ao contrário, vai voltar a se acumular de novo nas mãos daqueles que sempre acumularam riquezas em nosso país — enfatizou.

 

Fonte: Agência Senado

 

Fonte:sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 11 =