Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Lula afirma que não barganhará por liberdade

O ex-presidente Lula divulgou mensagem afirmando que trocará sua dignidade pela liberdade. Para seu advogado, Cristiano Zanin, o regime semiaberto não pode ser imposto ao ex-presidente.

 

  

Na mensagem, escrita por seu próprio punho, Lula afirma: "não descansarei enquanto a verdade e a Justiça não voltarem a prevalecer". O ex-presidente enfatiza: "não troco minha dignidade pela minha liberdade." Leia, mais abaixo, a carta na íntegra. O ex-presidente quer que o Supremo Tribunal Federal (STF) analise seus pedidosbre a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e dos procuradores da Lava Jato "para que haja Justiça independente e imparcial", diz a mensagem.



A manifestação de Lula é em razão da iniciativa dos procuradores da Operação Lava Jato que pediram a progressão da pena do ex-presidente à Justiça para que a pena seja cumprida em regime semiaberto.



Para Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente, Lula não é obrigado a aceitar a progressão para o regime semiaberto. “O ex-presidente Lula hoje reafirmou a sua posição de que não aceita nenhuma barganha em relação a sua liberdade”, disse o advogado nesta segunda-feira (30), em Curitiba, depois de conversar com seu cliete na Superintendêcia a da Polícia Federal."O Estado não pode impor ao jurisdicionado nenhum tipo de condição”, afirmou Zanin.



Para o advogado, a decisão do ex-presidente não representa um descumprimento de determinação judicial. Segundo ele, Lula não aceita qualquer condição imposta pelo Estado porque não reconhece a legitimidade do processo que o condenou.



“O ex-presidente Lula não reconhece a legitimidade do processo e da condenação que foi imposta a ele pelo ex-juiz Sérgio Moro e que depois foi analisada em parte pelas instâncias superiores, a partir de elementos coletados a partir da condução do ex-juiz Sérgio Moro”, afirmou o advogado.



Leia a mensagem de Lula:









 

 Da redação, com informações do G1

 
 

Fonte:sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =