Filiado à:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Ladrilhos Hidráulicos, Produtos de Cimento, Fibrocimento e Artefatos de Cimento Armado de Curitiba e Região

Lula e Ciro venceriam Bolsonaro no 2º turno, aponta pesquisa PoderData

A Pesquisa, realizada de 15 a 17 de março em todo o país com 3.500 pessoas, aponta que se a eleição presidencial fosse hoje Lula teria 34% contra 30% do atual presidente no primeiro turno

por Redação

 (Foto: Sérgio Lila/Poder 360)

Com a volta ao cenário eleitoral de Lula e amargando uma das maiores rejeições de todos os tempos, Bolsonaro vive um de seus piores momentos políticos. Pesquisa PoderData, realizada de 15 a 17 de março em todo o país com 3.500 pessoas, aponta que se a eleição presidencial fosse hoje Lula teria 34% contra 30% do atual presidente. No segundo turno, Bolsonaro perderia para Lula e Ciro Gomes.

No primeiro turno, o ex-juiz Sergio Moro (sem partido) tem 6%, Ciro Gomes (PDT) 5%, Luciano Huck (sem partido) com 4%, João Doria (PSDB) 3%, João Amôedo (Novo) 3% e Luiz Henrique Mandetta (DEM) 2%.

No levantamento feito em dezembro de 2020, Bolsonaro vencia em todos os cenários. Agora, com a retomada dos direitos políticos de Lula a situação é bem diferente. No segundo turno, o ex-presidente tem 41% contra 36% do atual.

Caso enfrentasse Ciro Gomes, Bolsonaro também perderia numa disputa no segundo turno. “Três meses antes, em dezembro de 2020, Ciro tinha 35% e perdia para o atual presidente, que ficava com 44% (9 pontos de diferença). Agora, o cenário se inverteu. Ciro foi a 39% e Bolsonaro desceu 10 pontos, para 34%”, revela o Poder 360.

Também melhorou no cenário de 2º turno o apresentador Luciano Huck. Tem 40% contra 37% de Bolsonaro. Essa diferença (3 pontos) ainda os coloca empatados tecnicamente, mas é notável o fato de Huck estar numericamente à frente. Em dezembro de 2020, Bolsonaro tinha 44% e Huck 38%.

Segundo a pesquisa, o novo cenário favoreceu Lula, Ciro e Huck. Doria e Moro não melhoraram e perdem para o capitão num eventual 2º turno. “O tucano tinha 31% em dezembro de 2020, contra 46% de Bolsonaro. O presidente desceu para 41%. Só que Doria ficou com os mesmos 31% de 3 meses antes.”

Moro perdeu tração. Registrava 36% em dezembro de 2020, contra 43% de Bolsonaro. Agora, o presidente desceu para 38% nessa simulação, mas Moro escorregou para 31%.

Rejeição

Lula leva vantagem também no quesito rejeição. Ele tem a menor entre todos os candidatos, 40%. Os demais têm mais de 50%, começando por Doria, com 65%, Moro (60%), Huck (54%), Ciro (56%) e Bolsonaro (53%).

Lula também lidera quando se trata de potencial de voto: 53%, sendo 33% que votariam com certeza no petista e outros 20% que dizem que poderiam votar.

Bolsonaro tem 43% de potencial de voto. É seguido por Huck (39%), Ciro (36%), Moro (34%) e Doria (30%).

Estratificação

O levantamento do PoderData mostra que, no 1º turno, Bolsonaro tem mais intenções de voto entre homens (37%), jovens de 16 a 24 anos (44%) e entre pessoas que recebem de 5 a 10 salários mínimos (48%).

No 2º turno, em uma disputa com o ex-presidente Lula, Bolsonaro tem mais intenções de votos entre homens (43%), pessoas de 16 a 24 anos (43%), moradores da região Centro-Oeste (57%), os que têm só o ensino médio (39%), e os que recebem de 5 a 10 salários mínimos (59%).

Já Lula é o favorito entre as mulheres (43%), pessoas de 25 a 44 anos (49%), moradores da região Nordeste (49%), os que têm só o ensino fundamental (42%), e os que recebem de 2 a 5 salários mínimos (54%).

Com informações do Poder 360

Disponível em: https://vermelho.org.br/2021/03/18/lula-e-ciro-venceriam-bolsonaro-no-2o-turno-aponta-pesquisa-poderdata/

Fonte:sintracimento.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + vinte =